MYLAB LOGO.png
LOGO NEXA (2a Versão).png

Sabe o que é a Fosfatase Alcalina (ALP)?


A fosfatase alcalina (ALP) é uma enzima encontrada em vários tecidos do corpo. O ALP em amostras de sangue de adultos saudáveis ​​vem principalmente do fígado, sendo que o restante provém maioritariamente dos ossos (esqueleto). Níveis elevados de ALP no sangue são normalmente causados ​​por doença hepática, obstrução do ducto biliar, doença da vesícula biliar ou distúrbios ósseos.


No fígado, a ALP é encontrada nas bordas das células que formam os ductos biliares, pequenos tubos que drenam a bile do fígado para os intestinos, onde é necessária para ajudar a digerir a gordura proveniente da dieta. A ALP no osso é produzida por células especiais chamadas osteoblastos envolvidos na formação do osso. Cada um dos vários tipos de tecidos produz formas distintas de ALP chamadas isoenzimas.


Os níveis sanguíneos de ALP podem estar bastante aumentados, por exemplo, nos casos em que um ou mais ductos biliares estão bloqueados. Isso pode ocorrer como resultado de inflamação da vesícula biliar (colecistite) ou cálculos biliares. Aumentos menores de ALP no sangue são observados no cancro do fígado, na cirrose, com o uso de drogas tóxicas para o fígado e nas hepatites.


Qualquer condição que cause formação óssea excessiva, incluindo distúrbios ósseos, como a doença de Paget, pode causar níveis aumentados de ALP. Crianças e adolescentes normalmente têm níveis mais altos de ALP no sangue porque os ossos ainda estão em desenvolvimento. Como resultado, o teste ALP deve ser interpretado com diferentes valores de referência (normais) para crianças e adultos.


É possível distinguir entre as diferentes formas (isoenzimas) da ALP produzidas por diferentes tipos de tecidos no corpo. Se não for aparente nos sinais e sintomas clínicos se a fonte de um resultado alto no teste de ALP é proveniente de doença hepática ou óssea, um teste pode ser realizado para determinar qual isoenzima está aumentada no sangue.

0 visualização